segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Estou aqui, estou ali


Vive-se o prazer por antecipação, na incerteza de não saber o que se espera, na magia e nos mistério do que se quer descobrir e não se sabe como é, e atrai e assusta, como uma possibilidade de amor. É bom deixar-se ir pelos caminhos do mundo, que mesmo frágil  e imperfeito, é um lugar infinitamente belo. Os lugares mais perfeitos, para mim, são, definitivamente, as cidades, na sua imensa complexidade, na maneira própria de viver e respirar, de se revelarem pouco a pouco, de me seduzirem devagar. Por isso gosto de regressar. Mas um primeiro encontro tem sempre um sabor especial...

4 comentários:

  1. Sua maneira de escrever muito me cativa, como que liberasse as palavras sem medo. Realmente, é nas cidades que a vida acontece, as pessoas e suas formas, o mundo funcionando: é lindo de se ver.
    Abraçz

    http://motivospelosquaisestoufelizhoje.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas simpáticas palavras, Núbia. Pois, eu sou inteiramente da cidade :)

      Eliminar
  2. É sempre bom descobrir, conhecer e, claro, rever e redescobrir ou ver o que havia escapado ao olhar anterior ;)
    Gosto das cidades, sim, gosto. Mas a minha paixão prende-se com a descoberta da natureza, uma outra exuberância de vida. São preferências =)

    bj amg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois eu também sou muito do (re)ver. Volto muitas vezes aos lugares de que gosto, que é quase uma necessidade.
      Gosto da natureza, também, mas não fico por lá muito tempo. Sou claramente urbana. Preferências, claro. E ainda bem que não gostamos todos do mesmo. ;)

      Beijinho, Carmem

      Eliminar